Maranhão possui índice de pobreza extrema, segundo o IBGE

Maranhão possui maior proporção de pessoas em condições de pobreza extrema, segundo IBGE

Em 2013, G1 já havia mostrado a situação de extrema pobreza de famílias no Maranhão, como a família de Raimundo e Maria do Socorro. (Foto: Clarissa Carramilo/G1)
Dados de 2016 da Síntese de indicadores sociais do Brasil divulgados nesta sexta-feira (15) apresentou um panorama das condições do país referentes a trabalho, condições de moradia, educação e saneamento básico.

Nesta sexta-feira (15), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou a "Síntese de Indicadores Sociais: Uma Análise das Condições de Vida da População Brasileira", que busca retratar a realidade social do país a partir da análise de indicadores que contemplem a heterogeneidade da sociedade brasileira.

As análises contemplam as condições referentes a mercado de trabalho; padrão de vida e distribuição de renda; além de mobilidade educacional e ocupacional.

Dentre os principais indicadores destacou-se os níveis de extrema pobreza baseados na referência internacional do Banco Mundial, que considera como situação de pobreza extrema a linha de 5,5 dólares por dia. Em 2016, esse valor correspondia, no Brasil, ao rendimento mensal de R$ 387,15 por pessoa, de acordo com o IBGE.

Com base nesta classificação, havia 52,2 milhões de brasileiros em pobreza extrema em 2016. Dentre todos os estados do país, o Maranhão apresenta 52,4% de pessoas nessas mesmas condições, sendo o único Estado a atingir mais da metade da população nas condições de extrema pobreza de acordo com o índice do Banco Mundial.

Condições de moradia

Em 2016, o Maranhão foi o único Estado a obter valor superior a 20% na proporção de pessoas que vivem em domicílios com paredes externas construídas com materiais não duráveis. Na concepção do IBGE, materiais não duráveis seriam residências que não possuem paredes de alvenaria (com ou sem revestimento), de taipa revestida e de madeira apropriada para construção.

Trabalho

A taxa e desocupação (de desempregados) também cresceu no Maranhão. Em 2012, o Estado estava incluído no grupo com taxa de 6 a 10% de desocupação, sendo que em 2016 o Maranhão faz parte do grupo com taxa de desocupação de 10 a 14%.

Em jovens, com exceção dos estados do Piauí (18,2%), Sergipe (19,3%), Maranhão (20,9%) e Minas Gerais (19,3%) os demais estados das Regiões Nordeste e Sudeste apresentaram taxas de desocupação de jovens acima do valor nacional. Por outro lado, somente 30,1% dos jovens maranhenses estavam ocupados em trabalhos formais.
No contexto geral, mais de 60% dos trabalhadores maranhenses em 2016 trabalhavam em emprego informal. Segundo o estudo, os efeitos da maior informalidade do trabalho são percebidos no tamanho do rendimento médio do trabalho principal, que está abaixo na média nacional (levemente acima de R$ 2 000). Em 2016, o Maranhão apresentou R$ 1 123,00 de rendimento médio, o menor do país.

Juventude nem-nem no Maranhão

No Brasil, o número de jovens de 16 a 29 anos que não estudam nem trabalham subiu de 34,2 milhões em 2012 para 41,25 milhões em 2016 - o equivalente a 25,8% do total de jovens brasileiros nessa faixa etária. Em quatro anos, esse grupo, que ficou conhecido como "nem nem", aumentou 20,5%.

Nesse contexto, 29.4% dos jovens maranhenses não estudavam e nem estavam ocupados em 2014, o quinto pior resultado do país. Em 2016 esse número cresceu para 33.3%, sendo agora o terceiro pior Estado nesse quesito, abaixo apenas de Pernambuco e Sergipe.

Saneamento Básico

Numa análise das regiões metropolitanas, a grande São Luís (correspondente a São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Raposa) é a 7ª pior em fornecer acesso a três tipos de saneamento básico: Coleta direta ou indireta do lixo; abastecimento de água por rede; e esgotamento por rede coletora ou pluvial. No estudo, menos da metade da população (48,3) tiveram acesso a esses serviços em 2016.

Sobre a Síntese de indicadores sociais:

A Síntese de Indicadores Sociais (SIS) é uma importante fonte de informações para a análise das condições de vida da população brasileira, segundo o IBGE.

Segundo o estudo, dentre as razões que elevaram os índices de pobreza do país está a conjuntura econômica dos últimos anos. Entre 2012 e 2016, o mercado de trabalho brasileiro passou por mudanças significativas, reflexo da conjuntura econômica bastante variada ao longo deste quinquênio.

O aumento da desocupação foi um dos principais efeitos desta dinâmica e seu desdobramento apontou para a ampliação das desigualdades sociais e para maior vulnerabilidade de grupos populacionais específicos, segundo o instituto.

O G1 entrou em contato e aguarda resposta da Prefeitura de São Luís, da Prefeitura de São José de Ribamar, da Prefeitura de Raposa, da Prefeitura de Paço do Lumiar em relação aos dados divulgados pela Síntese de indicadores sociais (SIS).

O Governo do Maranhão informou que está atuando no combate a pobreza com criação de programas voltados à geração de emprego e melhoria dos índices sociais. Veja a nota na íntegra:
"O Governo do Maranhão informa que vem atuando fortemente para combater a pobreza e os baixos índices de desenvolvimento humano, fruto de décadas de abandono das gestões anteriores. Programas como Escola Digna, Bolsa Escola, Iema, Força Estadual de Saúde, Água para Todos e o Plano Mais IDH, estão posicionando o Maranhão na dianteira dos demais Estados que possuem como meta combater a extrema pobreza e elevar a qualidade de vida da população. Para garantir oferta de emprego, geração de renda e o desenvolvimento do setor produtivo maranhense, o Governo do Estado determinou a implantação de programas estratégicos nestes três anos de gestão. As iniciativas ajudaram a reduzir o impacto da crise econômica nacional no Maranhão. São programas como o Mais Empregos, o Juros Zero e o Mais Renda. Criado em 2016, o Programa Mais Empregos disponibilizou quase 5 mil novas oportunidades de trabalho com carteira assinada, tanto em empresas de grande porte quanto em micro e pequenos empreendimentos. Com o Mais Empregos, o governo garantiu o pagamento de R$ 500 por mês para cada nova contratação feita por empresas cadastradas. A experiência bem-sucedida beneficia sobretudo dois grupos mais afetados pelos efeitos da crise econômica: os jovens e as pessoas com mais de 20 anos no mercado. Além da redução do nível de desemprego, o Mais Empregos dinamiza a economia, a partir do efeito multiplicador do emprego adicional sobre a geração de renda, numa política fiscal anticíclica. O programa é, essencialmente, voltado à cidadania, visando assegurar mais dignidade ao cidadão maranhense a partir da oferta de oportunidades adicionais".

Albertina Tavares recebe o Título de Cidadã Coelhonetense


A Assistente Social Albertina Tavares passou a ser oficialmente Cidadã Honorária Coelhonetense desde a noite de ontem (14), em sessão solene realizado na Câmara Municipal.

A entrega do título foi realizada pelo seu genro e vereador João Paulo (PMDB) e motivado pelos relevantes serviços prestados por ela ao município em mais de duas décadas.

Ela participou da solenidade acompanhada do marido Edielson Tavares, da filha Emanuelle e do neto João Pedro. “Que meu caminhar seja sempre premiado com a presença de Deus, guiando meus passos e intuindo suas decisões,para que minhas conquistas e vitórias sejam constantes em meus dias”, disse ela em sua rede social celebrando o título.

História

Albertina Curvelo Tavares nasceu no dia 23 de dezembro em São Bento – MA. Assistente Social por formação é filha de Raimundo Curvelo e Maria José Galvão Curvelo. Casada com o empresário Edielson Tavares, mãe de Emanuelle e Aline e sendo avó do João Pedro.

Em Coelho Neto trabalhou durante 16 anos no Grupo Industrial João Santos, além de ter sido servidora pública comandando com dedicação a Secretária de Assistência Social (2009-2015) e posteriormente a secretaria de Educação (2016).

Durante a sua gestão foi premiada com o Selo UNICEF Município Aprovado e Selo SUAS na área da Assistência Social pelo Governo do Maranhão. Foram esses predicativos que pesaram para que recebesse o Título de Cidadania Honorária Coelhonetense.

Do Portal Gaditas

Governo do Maranhão entrega 2.760 instrumentos musicais a municípios maranhenses


O Governador Flávio Dino entregou nesta sexta-feira (15), na Casa do Maranhão, 110 kits de instrumentos musicais a 52 municípios do estado. A ação é parte do Programa Maranhão Musical, realizado por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (SECTUR). A cerimônia acontece a partir das 16h com a participação de autoridades, gestores de cultura e professores de música das cidades beneficiadas.

Para o secretário de Cultura e Turismo, Diego Galdino, o programa ajudará a dinamizar a produção cultural nas cidades maranhenses e a democratizar o acesso ao ensino musical gratuito e de qualidade. Mas não só isso. “Queremos com esse programa fomentar a implantação de escolas de música do interior do estado, incentivar a formação musical elevando o nível técnico e artístico dos alunos, e valorizar ainda mais as iniciativas culturais oriundas do interior do estado”. 

Do total de municípios atendidos, 30 serão contemplados por recursos estaduais, com direito a 30 itens cada, totalizando 900 instrumentos musicais entregues. Os outros 22 municípios serão beneficiados por meio de emenda federal, recebendo, cada um, 80 instrumentos, além de 87 itens de mobiliário. 

A proposta do Maranhão Musical é oferecer cursos regulares de iniciação e formação musical através de aulas práticas e teóricas.
Gestores dos municípios comemorando a entrega dos instrumentos musicais ao lado do Governador Flávio Dino.
Os 22 municípios são atendidos por meio de convênio com o Ministério da Cultura que é oriundo de emenda parlamentar do deputado Sarney Filho. Nessas cidades está prevista a implantação de escolas de música em parceria com a prefeitura municipal. Cada município receberá instrumentos musicais (violões, baixo, bateria, clarinete, flauta doce barroca, guitarras, sax, trompete, entre outros) além de mobiliários (armários, cadeiras, mesas, estantes, ventilador, bebedouro, quadro branco, além de livros e partituras)

Ainda sobre os 22 municípios, foi oferecido pela Secretaria de Cultura e Turismo qualificação dos monitores pela Escola de Música do Maranhão Lilah Lisboa de Araújo e a disponibilidade de cinco monitores que acompanharão a implantação das escolas de música durante um ano. A contrapartida das prefeituras é a destinação do espaço de funcionamento da escola, a contratação de professores e a criação de leis municipais para a criação das escolas de música municipais já aprovadas.

Outras 30 cidades serão beneficiadas pelo programa com recursos do tesouro estadual. Cada município será contemplado com um kit de 30 instrumentos musicais. O kit é formado por guitarra, flauta, contra baixo, teclado, violão, bateria, entre outros.

Integram o grupo de municípios que receberam kit com 30 instrumentos musicais: Alcântara, Axixá, Bacabal, Barra do Corda, Bom Jesus das Selvas, Buriti Bravo, Cajapió, Codó, Coroatá, Cururupu, Governador Newton Belo, Imperatriz, João Lisboa, Lago da Pedra, Lago do Junco, Lago Verde, Matões, Mirador, Nova Iorque, Paço do Lumiar, Peritoró, Raposa, Ribamar Fiquene, Santa Inês, São Benedito do Rio Preto, São José de Ribamar, São Mateus, Senador La Rocque, Tuntum e Vitorino Freire.

Já os contemplados pelo convênio federal são os municípios de; Aldeias Altas, Água Doce do Maranhão, Alto Alegre do Maranhão, Apicum Açu, Amarante do Maranhão, Bequimão, Brejo, Cachoeira Grande, Joselândia, Montes Altos, Presidente Sarney, Presidente Vargas, Nova Olinda do Maranhão, Santa Luzia do Paruá, Satubinha, Trizidela do Vale, Turiaçu, Olinda Nova do Maranhão, Mirinzal, Vila Nova dos Martírios, Cândido Mendes e Riachão.
FOTO: Gilson Teixeira
FONTE: Governo do Estado do Maranhão via Blog do Neto Weba

Luciano Huck entrega premio de 1 milhão de reais para família carente no Maranhão

Luciano Huck entrega premio de 1 milhão de reais para família carente no interior do Maranhão


O apresentador, Luciano Huck, veio ao Maranhão para fazer a entrega de 1 milhão de reais, da promoção da marca de produtos de limpeza Ypê. O Bilhete premiado foi do município de Bacuri, na Região do Litoral Ocidental Maranhense.

O apresentador do Programa, “Caldeirão do Huck”, da Rede Globo, por onde passou foi criando expectativas pelo fato de ninguém saber de fato o que tinha trazido a produção do programa ao Maranhão.

Huck aproveitou o aeroporto da Base Militar de Alcântara para pousar seu jatinho particular. A partir daí produção do programa fez o percurso de van até a cidade de Bacuri.


FONTE: Portal do Baixadeiro

Parabéns à quem faz o bem! Feliz Aniversário, Albino!

Parabéns, Albino!


Hoje quem está de idade nova é o investigador da Polícia Civil, Albino Klauberth. Não poderíamos deixar de parabenizá-lo, já que é uma das grandes figuras que contribui o bastante para a cidade de Coelho Neto (MA).

Parabéns, guerreiro! Que o SENHOR, Dono da Vida retribua toda a bondade que você espalha para a sociedade. Desejamos proteção Divina, Saúde, Amor e Paz nesse dia especial, que é seu aniversário.

Feliz Aniversário, Albino!

Governador entrega novas viaturas para o Sistema Penitenciário do Maranhão

Governador entrega 22 novas viaturas e dinamiza os trabalhos executados pelo Sistema Penitenciário do Maranhão


O governador Flávio Dino prossegue investindo fortemente no Sistema Penitenciário do Maranhão, e, nesta quarta-feira (6), entregou mais 22 novas viaturas, totalmente equipadas, e aparelhos de segurança à Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap). Com essa nova frota, chega a 115 o total de veículos adquiridos, pela nova gestão, para dinamizar os trabalhos de logística no âmbito prisional.
Novas viaturas entregues dinamizarão os trabalhos de logística executados pelo Sistema Penitenciário do Maranhão. (Foto: Karlos Geromy)

Entre os automóveis estão: duas caminhonetes Ford Ranger para o Grupo Especial de Operações Penitenciárias (Geop), uma do mesmo modelo para o Núcleo de Escolta e Custódia (NEC); e 19 furgões para demais atividades de translado da pasta. “Nesse momento de fim de ano devemos comemorar os êxitos e avanços alcançados pela gestão prisional, apesar de termos herdado, lá no início dos trabalhos, um sistema prisional falido”, destacou o governador Flávio Dino no ato de entrega dos veículos.

O governador ainda completou ressaltando que todo apoio tem sido dado para melhorar, cada vez mais, o Sistema Penitenciário do Maranhão e agradeceu o recurso de R$ 44 milhões do Departamento Penitenciário Nacional ao sistema prisional do estado, “dos quais R$ 33 milhões estão sendo para obras e 11 para aquisição de equipamentos”, disse ele.

Os novos carros correspondem ao pacote de investimentos no sistema carcerário maranhense que, através do compromisso do Executivo, foi retirado do topo do ranking que mede a violência nos presídios do país e, hoje, sem registro de homicídios, se mantém entre os últimos, nesse quesito.

A entrega das chaves das novas viaturas ocorreu no auditório do Palácio dos Leões, por volta das 10h. Os 22 novos carros, que estavam enfileirados no pátio, são equipados com giroflex, sirene, e plotagem operacional.

Essa é a segunda frota de carros entregue pelo governador Flávio Dino, em pouco mais de um ano. A primeira, quando foram entregues 30 novos automóveis, ocorreu em outubro de 2016. Além da logística, a gestão estadual tem investido fortemente em segurança, e, também em humanização, outros dois pilares do sistema prisional maranhense.

Em segurança, por exemplo, houve a entrega de equipamentos para aparelhamento do sistema prisional do Maranhão. Ao todo foram 250 armas, tais como espingardas, carabinas, pistolas e munições compatíveis; 199 kits anti-tumulto para utilização nas ações repressivas, quando necessário; 500 algemas de pulso e de tornozelo, um aparelho bloqueador de celular instalado no Complexo Penitenciário São Luís, 275 espargidores de agente lacrimogênio e 625 espargidores de pimenta.

Nessa lista de investimentos na segurança prisional entra, também, a capacitação contínua dos agentes, aquisição de materiais de revista como, por exemplo, pórticos, banquetas e raquetes, e a instalação da Portaria Unificada (PU) no Complexo Penitenciário São Luís. Já no quesito humanização, a proposta consiste em inciativas de inclusão de presos nas ações de trabalho e educação. Atualmente, o sistema prisional conta com mil detentos devidamente matriculados nas salas de aula e 2.500 internos inseridos em 170 oficinas de trabalho.
“Nesse três anos conseguimos diminuir, consideravelmente, as taxas negativas como morte, fugas e outras, e, com isso, aumentar as taxas positivas como a quantidade de presos inseridos em ações de estudo e trabalho. Estaremos iniciando, também, entre outras ações, o processo de construção de presídios no método de Parceria Público Privado, tudo isso graças a todo o planejamento de trabalho coordenado pelo governador Flávio Dino”, concluiu o secretário de Estado de Administração Penitenciária, Murilo Andrade de Oliveira.
Parte do armamento entregue aos Sistema Penitenciário do Maranhão. (Foto: Karlos Geromy)

Fotos: Karlos Geromy
FONTE: Governo do Estado do Maranhão

'Eu nunca persegui ninguém', dispara Roseana, contra Flávio Dino

Ex-Governadora, Roseana Sarney em entrevista. Imagens: Paulo Soares
A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) não poupou críticas ao governo Flávio Dino (PCdoB), durante entrevista ao portal Até Hoje!.

Roseana disse que nunca perseguiu ninguém em seus governos, referindo-se ao modelo de gestão do comunista.
“Eu nunca fui atrás de prender gente. Nós fizemos um governo tranquilo e sem perseguição”, disse Roseana.
A peemedebista também falou sobre a questão do aumento de impostos que prejudicou os comerciantes do Estado. “Eu nunca persegui ninguém, estão aí os empresário e os pequenos produtores para dizer isso. Eu nunca fui atrás de pegar dinheiro de pequenos produtores rurais, de pessoas que têm uma quitanda em casa. Nada disso.”
ASSISTA O VÍDEO

Do Blog do Luis Pablo
Imagens: Paulo Soares

Clima de Natal em Afonso Cunha


A cidade de Afonso Cunha já respira ares natalinos. É que a Prefeitura através da Secretaria de Cultura já iniciou as ações em alusão a uma das comemorações mais aguardadas do final de ano.

Para a celebração do Natal foi instalado um presépio, que já virou atração tão logo foi concluído. O decorador Luiz Thadeu fez questão de abusar da sua criatividade, valorizando sempre a matéria prima local.

Além do Natal, a cidade começa a se preparar para receber a programação festiva alusiva ao Festejo de Santa Luzia que deve atrair centenas de visitantes.
FOTOS: Portal Gaditas
Do Blog Portal Gaditas

Soliney Silva arremata quase um milhão na compra de cavalos na EXPOAPI



Soliney Silva esbanja e arremata quase um milhão de reais na compra de cavalos na EXPOAPI

Soliney Silva (de chapéu), segura os lotes arrematados no leilão da EXPOAPI, em Teresina.
O ex-prefeito de Coelho Neto, Soliney Silva foi o nome mais badalado no primeiro dia de Exposição Agropecuária do Piauí ocorrida na noite de ontem (2), em Teresina. Numa demonstração de que a perda do comando da prefeitura da vizinha cidade para o atual prefeito Américo de Sousa não lhe abalou em nada as finanças, Soliney foi o empresário que mais arrematou cavalos nos leilões realizados.

O ex-chefe do executivo coelhonetense não economizou dinheiro na hora de arrematar os animais que gosta de criar. Gastou quase um milhão de reais com cavalos de raça valorosos.

O investimento do ex-prefeito além de ser o assunto da noite nos frequentadores do leilão, dominou os bate-papo nos grupos de Whatasapp formado por amantes de vaquejada.

Desde que deixou a prefeitura de Coelho Neto, Soliney Silva tem investido muito em uma de suas paixões: fazendas e criação de animais.

Pré-candidato a deputado estadual, o ex-prefeito também adquiriu recentemente mais um imóvel em Timon. Comprou uma boa casa no bairro Parque Piauí. O colégio eleitoral timonense é uma da apostas de Soliney para sua eleição de deputado estadual em 2018.

Do Blog do Elias Lacerda

Câmara de Coelho Neto tem transparência reprovada pelo TCE


O Tribunal de Contas do Estado – TCE não questionou apenas a transparência da Prefeitura de Coelho Neto. Na avaliação recente feita pela Corte de Contas, a Câmara de Vereadores também entrou no pacote e teve sua transparência reprovada.

Desde que o escândalo do famigerado contrato da S-10 foi divulgado em primeira mão por esse blog, as atualizações do portal simplesmente foram suspensos. Numa tentativa de visualizar o site nesta quarta (29), a mensagem era de que este estava desativado.

Foi através dos dados do portal da transparência que foi comprovado o pagamento da primeira parcela do contrato de quase R$200 mil celebrados para o aluguel de uma S-10 e que encontra-se sob investigação do Ministério Público.

Até na falta de transparência o Executivo e o Legislativo andam de mãos dadas.

Coisa de “muy amigos”...

Do Blog Portal Gaditas