Novo serviço (polêmico) permite pedir combustível pelo celular!

6/09/2016 CoelhoNews 0 Comments

"Uber da Gasolina", assim é chamado o novo serviço que permite pedir combustível pelo celular. Ainda não disponível no Brasil, e que possivelmente poderá chegar por aqui, podendo facilitar a vida de muitos que tem o tempo tomado por conta do trabalho.

Se você acha que perde muito tempo, ao ter que parar em um posto de gasolina para abastecer seu carro, poderia mais ainda achar prático se pudesse, por meio de um aplicativo de celular, pedir a entrega e o abastecimento em qualquer lugar onde seu veículo estivesse estacionado? Foi justamente pensando nisso que novas empresas americanas estão começando a oferecer o serviço de abastecimento móvel (que começa a ser chamado de “Uber da Gasolina“), utilizando pequenos caminhões-tanque para essa finalidade.

Essa nova ideia tem sido implementada por companhias como a uberFilld, WeFuel, Yoshi e Purple, que têm atendido cidades como São Francisco, Los Angeles e Atlanta. Outra empresa é a Booster Fuels, cujo vídeo você poderá ver abaixo, que possui caminhões com capacidade para 3.785 litros. Adicionalmente, o caminhão conta com dois extintores de incêndio, baldes com materiais para absorção de vazamentos e cones de trânsito.
O serviço da Booster funciona da seguinte forma: o cliente utiliza um aplicativo no celular para fazer o pedido da gasolina com uma hora de antecedência (podendo também ser hora marcada), pagando uma taxa de 5 dólares por abastecimento. Porém, o preço do litro é mais barato do que o praticado nos postos da região. Além disso, o responsável por encher o tanque também faz a limpeza dos vidros dos carros.

Sem dúvida, isso gera bastante praticidade e economia de tempo para quem tem uma agenda mais ocupada. Aliás, vale lembrar que no exterior normalmente não há frentistas, sendo o próprio motorista responsável por abastecer.

Mas, por outro lado, começam a surgir muitas polêmicas, assim como ainda ocorre com o Uber no mundo todo. Muitos alegam que é uma atividade arriscada e perigosa, que fere a legislação. Em determinadas cidades, o Corpo de Bombeiros está analisando a situação para ver se é possível permiti-la com a segurança adequada.

E você, o que acha dessa ideia? Seria bacana economizar tempo e dinheiro com um serviço assim? Acha que daria certo no Brasil.
Foto divulgação / Google Imagens
FONTE: Auto Vídeos

Postagens relacionadas

0 comentários: