Prefeito de Coelho Neto, Américo de Sousa concede a mais uma entrevista

2/08/2017 CoelhoNews 0 Comments

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), compareceu na tarde desta quarta (8) na Rádio Cidade Livre FM para dar uma entrevista.

Diante de inúmeras críticas feitas por seus opositores e até mesmo por aliados, o prefeito de Coelho Neto tenta justificar as grandes falhas cometidas no início de sua gestão.

O conteúdo da entrevista segue o mesmo padrão de campanha, trazendo um roteiro parecido com as demais que já foram dadas, sem muita novidade.

Primeiro tratou da manifestação dos servidores, em que tentou descaracterizar o movimento atribuindo a frente da ação a adversários políticos seus, esquecendo que está lhe dando com funcionários públicos municipais. Afirmou que os funcionários de carreira vão receber o mês de dezembro e confirmou uma reunião com a diretoria do sindicato na tarde desta quarta (8).

O prefeito passou boa parte da entrevista criticando o ex-prefeito Soliney Silva. Atribuiu aos críticos, principalmente aos da imprensa que tem feito críticas a sua gestão, denominando-os de “lagartas”, pois segundo ele, estavam dependuradas nas folhas de pagamento e que “foram exterminadas por ele”. (Esqueceu de explicar sobre onde fica os blogueiros que defendem dia e noite a atual gestão: será que trabalham de graça como as caçambas?).

Falou de forma bem resumida sobre a recente greve dos médicos da UPA, que segundo ele foram puxados por três profissionais da área. Deixou claro que o mês de janeiro estava pago e que o mês de dezembro teria que ser buscado os meios legais para receber.

Quanto a limpeza pública, segundo ele, o problema se dá pelo fato da quantidade de lixo deixado pela gestão anterior. Disse que está sendo buscado os meios legais para a licitação da coleta de lixo. (E as caçambas que conseguiu para trabalhar voluntariamente, onde ficam).

Questionado sobre a iluminação pública, o prefeito disse que está sendo estudado a quebra de contrato com a CityLuz (atual CityLum) para a licitação de uma nova empresa e que será reivindicado a implantação do contador de energia para que haja um controle no consumo.

Na área da saúde, o petista disse que as unidades de saúde todas estão abastecidas com medicamentos. Reafirmou a desapropriação da área útil do Hospital Ivan Ruy e garantiu que a reforma e ampliação do governo está garantida.

Durante a entrevista agradeceu o apoio da Câmara de Vereadores e destacou a adesão do vereador Luiz Ramos (PSD), a base do governo, subindo de 11 para 12 o número de governistas.

No quesito de água, o governo disse que vai propor um debate com a comunidade. Garantiu que está buscando à retomada do projeto de água da Fundação Nacional de Saúde – FUNASA e que recebeu a proposta do governador Flávio Dino de entregar o SAAE para a administração da Companhia de Água e Esgoto do Maranhão – CAEMA.

Anunciou reformas das escolas Leozinho Sabido, José Silva e José Barreto que segundo ele, estão em pior estado de conservação, mas que a meta é reformar todas as escolas. Cobrou a colaboração da preservação do patrimônio público que estão deteriorados e que devem ser preservados, inclusive com implantação de um videomonitoramento. Anunciou que as aulas terão início no dia 06 de março.

O prefeito finalizou a entrevista respondendo a grande dúvida na área da cultura sobre a realização do Carnaval, que sendo ele terá sua execução garantida orçada em torno de R$ 300 mil reais.

A pauta discutida pelo prefeito foi justamente a que foi abordada exaustivamente pelas redes sociais e pelos blogs durante a semana.

Do Portal Gaditas

Postagens relacionadas

0 comentários: