Felipe Camarão deixa a SEDUC

7/05/2017 CoelhoNews 0 Comments

Secretário de Educação no governo Flávio Dino (PC do B), Camarão foi o que mais se destacou na administração comunista.

Filipe Camarão (FOTO: Reprodução)
Informações do Blog do Filipe Mota sondou fontes leoninas e constatou que o secretário de educação, Felipe Camarão deixa a pasta até o fim deste mês. Ele desenvolveu um importante trabalho à frente do órgão estadual, avanços significativos vieram por meio das ações implantadas na gestão de Camarão.

Segundo o Blog do Filipe Mota, que faz críticas sérias e contundentes à gestão do desastrosa do comandante Flávio Dino, contudo, tem a destreza de ser coerente, e passar para a opinião pública, apenas a verdade e nada mais além do que ela.

Um importante programa que ainda está sendo desenvolvido pela SEDUC é o Programa Escola Digna, que reforma escolas em todo o estado do Maranhão, os avanços vieram, embora, a propaganda do governo estadual seja muito maior do que realmente está sendo realizado.

Outro avanço importante de Camarão à frente da pasta foi a implantação do “Mais Ideb”, a Seduc estabeleceu um conjunto de ações que vão desde a garantia de professor na sala de aula, concurso público, ampliação de jornada e concursos de remoção, melhorando a gestão do corpo docente da rede; monitoramento do Censo Escolar.

Tudo indica, que Felipe Camarão deve asumir a Secretaria de Saúde, onde realizará auditorias nas contas e contratos do órgão, tal qual fez na Secretaria de Cultura, e na própria Educação.

Com isso, o advogado Carlos Lula, que está Secretário de Saúde, deve virar Assessor Especial e o governador Flávio Dino terá uma pasta de peso para “negociar” apoios políticos em busca de sua reeleição.

Donos de partidos, após a postagem, já devem se engalfinhar e sondar o governador para saber que será o próximo secretário de educação.

Em tempo: este deve ser o “modus operandi” que o governador Flávio Dino deve utilizar em busca de apoios para a reeleição.

E mais: a estretégia é deixar as imprtantes pastas que estão com quadros técnicos, à disposição dos partidos que lhe garantirem musculatura política na campanha que está por vir.

Do Blog do Filipe Mota

Postagens relacionadas

0 comentários: