Acadêmicos de Letras da UEMA abraçam Campanha Setembro Amarelo

9/12/2017 Richard Cabrera 0 Comments

Em Coelho Neto, os Acadêmicos de Letras da UEMA apresentam trabalho sobre o Setembro Amarelo.

Acadêmicos do Curso de Letras 2017.1  UEMA/Coelho Neto
Setembro Amarelo é uma campanha que acontece desde 2014 em todo o país e visa a conscientização sobre a importância da prevenção do suicídio. A campanha é realizada durante todo o mês de setembro, foi escolhida devido o dia 10 de setembro ser o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

Os acadêmicos do Curso de Letras/Inglês da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA – Campus Coelho Neto, sob a supervisão da Professora de Produção Textual, Mará, vêm apresentando alguns trabalhos manifestando sobre o assunto, sendo que os mesmos surpreenderam recentemente com um trágico suicídio de uma de suas Professoras.

Professora Mará – Produção Textual
Os trabalhos baseiam-se de acordo com a música, “A Paz”, cantada pelo grupo Roupa Nova, que é tema da Campanha da Fraternidade 2009. Os acadêmicos tiveram a liberdade de ouvir e assistir o vídeo da música, para descrever a mensagem e os sentimentos que a música emergia de cada um, recorrido pelo tema, “Suicídio”.

“A Paz” é uma versão da música “Heal The World”, de Michael Jackson, que fala de fé, amor, esperança e paz, servindo como tema da campanha do Setembro Amarelo 2017. A música serve como base na campanha, pois um suicida, por muitas vezes está com dores e angustias, precisando de paz, esperança, amor, enfim, de um ombro amigo, para que ele tenha acesa a chama da vida e volte a ser feliz, como nos diz a música, “A Paz”.

Com o Setembro Amarelo, a ideia é promover eventos que abram espaço para debates sobre o suicídio, além de divulgar o tema e alertar a população sobre a importância de sua discussão.

Hoje em dia, o suicídio é um problema de saúde pública no Brasil e a sua ocorrência tem crescido entre os jovens. De acordo com os números oficiais, 32 brasileiros se matam por dia. Essa taxa é maior do que as das vítimas de HIV e também da maioria dos tipos de câncer.

Em nossa cidade não é diferente, existindo diversos casos de suicídios.
“Tem sido um mal silencioso, pois as pessoas fogem do assunto e, por medo ou desconhecimento, não veem os sinais de que uma pessoa próxima está com ideias suicidas. A esperança é o fato de que, segundo a Organização Mundial da Saúde, nove em cada dez casos poderiam ser prevenidos. É necessário a pessoa buscar ajuda e atenção de quem está à sua volta”. Explica o site oficial da campanha.

FONTE: Assessoria do Curso

Postagens relacionadas

0 comentários: