Coelho Neto perde um ícone da Cultura Contemporânea

4/27/2018 Richard Cabrera 0 Comments


Júlio César, participou ativamente dos grandes carnavais de Coelho Neto e era um dos comandantes da Escola de Samba do GIP.


Julio Cesar, juntamente com seu filho, Walber Ronan

Se alastrou pelos grupos de WhatsApp, a triste notícia do falecimento prematuro de um dos nomes da cultura de Coelho Neto, o grande Júlio Cesar. As primeiras informações era de que ele teria sofrido um infarto.



Júlio Cesar Martins Lopes, foi abnegado funcionário do Grupo João Santos, onde trabalhou durante anos. Após sua saída, passou a marcar seu nome na cultura da cidade.

Em 1997, participou da criação do Grupo de Integração Popular – GIP, que em 1999, lançou o primeiro CD, Boizinho de Salão e em meados de 2003, lançaram o segundo CD, com músicas de Júlio Cesar.
Júlio Cesar, ao lado do seu amigo e empresário caxiense, Amaro Góis.
Entusiasta da cultura local, Júlio César participou ativamente dos grandes carnavais iniciados na gestão da ex-prefeita Márcia Bacelar, com a Escola de Samba do GIP.

No Carnaval desse ano, ele participou de uma edição especial do GIP, na avenida, onde esbanjou a mesma alegria e felicidade de sempre.
Toinho da Cultura, Júlio Cesar, Antonio Ramos e o atual prefeito de Coelho Neto, Américo.
Nós, do Coelho News, lamentamos pela perda desse grande ícone da cultura popular de Coelho Neto.

Com informações do Portal Gaditas

Postagens relacionadas

0 comentários: