Em Coelho Neto, Soliney derrota o prefeito Américo, que teve ajuda do Governador

10/08/2018 Richard Cabrera 0 Comments

Soliney impôs nova derrota em Américo


O ex-prefeito Soliney Silva (MDB), conseguiu uma vitória importante em Coelho Neto ao impor uma derrota as máquinas da Prefeitura e do Estado, respectivamente.

Apesar de não ter sido eleito, Soliney obteve 5.253 votos contra 4.225 votos de Rafael Leitoa (PDT), ou seja, 1028 votos de diferença. Nem somando com os 754 votos do deputado estadual eleito Luiz Henrique (PT), o petista não conseguiu ultrapassar seu principal adversário. É a primeira vez na história política recente da cidade que um prefeito no exercício do mandato não consegue transferir maioria para o seu candidato a deputado estadual. O ex-prefeito mostrou força e que está no páreo para discutir 2020.

O deputado federal Rubens Júnior (PCdoB), teve seus 5.527 votos apesar de ter sido escolhido de última hora mas sua votação revela que o grupo do prefeito encolheu. No frigir dos ovos, o petista andou longe de manter a média de quase 9 mil votos que o elegeu na disputa anterior.

Se somado os votos de todas as lideranças que se declaram como oposição, os números ultrapassam 10 mil votos para estadual e 12 mil votos para federal, deixando o prefeito bem atrás.

Outro quesito que reforça a rejeição do prefeito, é os números da eleição do governador Flávio Dino (PCdoB). Mesmo com máquina do Estado e da Prefeitura trabalhando em seu favor, o comunista teve uma vantagem considerada pífia (2.134 votos) para quem acaba de descarregar 20 quilômetros de asfalto na cidade.

Do Portal R10Maranhão

Postagens relacionadas

0 comentários: